Home / Notícias / 29/03/2021 - Embaixador Carlos França vai assumir Itamaraty, confirma Planalto

29/03/2021 - Embaixador Carlos França vai assumir Itamaraty, confirma Planalto

SyndContentImpl.value= Bem visto pelos colegas no Itamaraty, França sempre foi um diplomata discreto e que evitou conflitos ou arroubos O diplomata Carlos Alberto França vai assumir o Ministério das Relações Exteriores no lugar do chanceler demissionário Ernesto Araújo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto. O nome teria sido definido em reunião com o presidente Jair Bolsonaro no fim da tarde. Bem visto pelos colegas no Itamaraty, França sempre foi um diplomata discreto e que evitou conflitos ou arroubos. Seu último posto no exterior foi como ministro-conselheiro na embaixada do Brasil em La Paz. Ele sempre teve especial interesse na integração energética da América do Sul e escreveu sua tese da CAE -- o curso de altos estudos do Instituto Rio Branco -- sobre a possibilidade de erguer usinas hidrelétricas binacionais na fronteira com a Bolívia. De volta a Brasília, em 2011, França licenciou-se do serviço exterior e assumiu o comando do escritório da Andrade Gutierrez na capital. Foi pouco antes da eclosão da Lava-Jato. A ideia da empreiteira era ter o diplomata menos para reforçar a interlocução com o governo Dilma Rousseff e mais para solucionar problemas técnicos: o financiamento às exportações de serviços de engenharia, principalmente por meio de créditos do BNDES, na América Latina e na África. A passagem de França pela Andrade Gutierrez durou pouco tempo. Com o rápido avanço da Lava-Jato, o escritório da construtora em Brasília fechou. O provável novo chanceler se sentia em baixa na carreira e cogitou até deixar o Itamaraty. Com o impeachment de Dilma, foi levado para a subchefia do cerimonial da Presidência da República, comandado à época por Pompeu Andreucci -- uma espécie de "sombra" do então presidente Michel Temer. Nos últimos meses de gestão Temer, Andreucci foi nomeado embaixador em Madri e França subiu. Cuidou passo a passo da posse de Bolsonaro. Logo caiu nas graças do presidente. Extremamente hábil no trato com políticos que visitavam o Planalto, tornou-se um nome defendido também pelo Centrão para substituir o atual ministro Araújo. Em 2019, França foi promovido a ministro de primeira classe (embaixador). No entanto, nunca chefiou representações brasileiras no exterior. Além da Bolívia, ele acumula passagens por Assunção e Washington. Há alguns meses saiu do cerimonial da Presidência e foi deslocado para a chefia da assessoria especial de Bolsonaro. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER