Home / Notícias / 19/02/2021 - Com Silva e Luna, um militar pode voltar a chefiar a Petrobras depois de três décadas

19/02/2021 - Com Silva e Luna, um militar pode voltar a chefiar a Petrobras depois de três décadas

SyndContentImpl.value=
Os últimos militares a comandarem a Petrobras remetem ao governo de José Sarney, no período da redemocratização do país Com a indicação de Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras, a estatal volta a ser comandado por um militar pela primeira vez desde a década de 1980. Debaixo do guarda-chuva do Ministério de Minas e Energia, comandada pelo almirante Bento Albuquerque, a petroleira passa a ser chefiada por um general da reserva. O conselho de administração da empresa já é presidido por outro militar, o almirante da reserva Eduardo Bacellar. Vale lembrar que a Agência Nacional de Petróleo (ANP) também é chefiada, hoje, pelo almirante Rodolfo Saboia. Os últimos militares a comandarem a Petrobras remetem ao governo de José Sarney, no período da redemocratização do país. Durante o mandato de Sarney, chefiaram a estatal Orlando Galvão Filho (em 1989), que fez parte de sua carreira na Marinha, mas que saiu da instituição na década de 1970 e se tornou professor, antes de ingressar na estatal em 1974; e Osíris Silva (1986-1988), ex-tenente-coronel da Aeronáutica e um dos fundadores da Embraer. Em 1992, a empresa chegou a ser presidida por Benedicto Moreira, que chegou a se formar como segundo-tenente da reserva, mas fez a carreira essencialmente fora do meio militar. Silva e Luna vem de uma experiência de dois anos como diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, mas sem currículo no setor de óleo e gás. Ele vem, basicamente, de experiência na área militar. Antes da diretoria-geral de Itaipu, o general serviu cinco anos no Ministério da Defesa, inicialmente como Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto; depois, como Secretário-Geral do Ministério; e por último, como Ministro da Defesa. Nos 12 anos como Oficial General da ativa, foi comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, em Tefé, Amazonas, de 2002 a 2004; diretor de Patrimônio, de 2004 a 2006; chefe do Gabinete do Comandante do Exército, de 2007 a 2011; e chefe do Estado-Maior do Exército, de 2011 a 2014. Como Oficial Intermediário e Superior, comandou companhias de Engenharia de Construção na Amazônia. Além disso, foi instrutor nas Escolas de Aperfeiçoamento de Oficiais e na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, chefiou a Seção de Imprensa do Centro de Comunicação Social do Exército e comandou o 6º Batalhão de Engenharia de Construção, em Boa Vista, Roraima, de 1996 a 1998. Antes Silva e Luna se graduou e foi declarado Aspirante-a-Oficial da Arma de Engenharia, em 1972. Possui pós-graduação em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, em curso realizado na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (1998); pós-graduação em Projetos e Análise de Sistemas, em curso da Universidade de Brasília (1995); doutorado em Ciências Militares, realizado na Escola de Comando e Estado Maior do Exército (1987/88); e mestrado em Operações Militares, realizado na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (1981). SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER