Home / Notícias / 18/02/2021 - FGTS fecha 2020 com lucro de R$ 8,23 bi, o menor desde 2011

18/02/2021 - FGTS fecha 2020 com lucro de R$ 8,23 bi, o menor desde 2011

SyndContentImpl.value=
Montante representa uma redução de 27,16% ante 2019; rentabilidade efetiva do FGTS de 2020 só será conhecida no meio do ano quando o conselho curador do fundo decidirá sobre a distribuição do lucro As medidas adotadas pelo governo para minimizar os efeitos da pandemia de covid-19, como a permissão de saque emergencial, fizeram com que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) fechasse 2020 com um lucro de R$ 8,231 bilhões, segundo dados preliminares, o que representa uma redução de 27,16% ante 2019. O resultado apurado no ano passado é o mais baixo desde 2011, quando o lucro foi de R$ 5,147 bilhões. Apesar da lucratividade menor afetar diretamente a rentabilidade do fundo, o retorno do FGTS garantido por lei, que é de 3% ao ano mais Taxa Referencial (TR), já é superior ao de algumas aplicações financeiras. O rendimento do CDI foi de 2,76% no ano passado, da caderneta de poupança (depósitos após 04/05/2012), 2,11%, e do Ibovespa foi de 2,92%. Todas essas aplicações perderam para a inflação. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulou uma alta de 4,52% em 2020. A rentabilidade efetiva do FGTS de 2020 só será conhecida no meio do ano quando o conselho curador do fundo decidirá sobre a distribuição do lucro de 2020, que será depositada, se houver, nas contas dos trabalhadores até o fim de agosto. Com a distribuição do resultado do fundo de 2019 em agosto de 2020, que correspondeu a 66,23% do lucro apurado, o retorno das cotas do FGTS foi de 4,9%, ou seja, maior que o valor pago na caderneta de poupança (4,26%) e que o IPCA (4,31%) de 2019, representando cerca de 80% do CDI do ano (5,94%). Mesmo com a menor lucratividade e risco de comprometer investimentos em áreas como habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana, os recursos do FGTS continuam sendo alvo de desejo do governo federal, diante da forte restrição fiscal e elevado endividamento. Nas conversas entre técnicos da área econômica, ainda há o debate sobre a possibilidade de novos saques mas, por enquanto, não há nada de concreto, segundo técnico da área econômica. A permissão para saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045, alta da taxa de desemprego e a redução de arrecadação têm contribuído para a queda do lucro do fundo, conforme técnico ouvido pelo Valor. No caso das receitas, o FGTS sofre com o fim da multa adicional do FGTS, desde 2020. Essa multa foi criada em 2011 para compensar as perdas dos trabalhadores no fundo com mudanças de planos econômicos Verão (1988) e Collor (1990). Apesar de essa dívida ter sido quitada, a multa só foi revogada no fim de 2019. Somente a extinção da multa adicional fez a arrecadação do fundo cair em pelo menos R$ 5 bilhões. Também afetou o desempenho do FGTS a pausa no pagamento dos financiamentos imobiliários concedida pela Caixa ? o que resultou em redução do fluxo do fundo. Isso porque, parte expressiva do crédito imobiliário do banco tem como funding o FGTS. Neste caso, a Caixa deverá começar a ressarcir o FGTS a partir deste ano. Mesmo com a perspectiva de um lucro menor do FGTS em 2020, técnico do Ministério da Economia mantém o otimismo que o fundo continuará sendo uma boa opção para investimento. Isso porque, as modalidades financeiras também estão dando um retorno muito baixo para as aplicações. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER