Home / Notícias / 18/02/2021 - Dólar se aproxima de R$ 5,45 com cautela no exterior e de olho em política local

18/02/2021 - Dólar se aproxima de R$ 5,45 com cautela no exterior e de olho em política local

SyndContentImpl.value=
Após iniciar o dia em baixa, o dólar comercial inverteu o movimento e passou a subir moderadamente no final da manhã desta quinta-feira, influenciado por uma maior cautela no exterior e também monitorando o cenário em Brasília, onde a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) concentra as atenções da classe política. Por volta das 13h, a moeda americana avançava 0,60%, a R$ 5,4471. Ela também apagou o recuo observado mais cedo contra os principais pares emergentes e passou a subir, na esteira da abertura em queda firme de Nova York. No horário acima, o dólar avançava 1,21% contra o peso mexicano, 0,67% frente ao rublo russo e 0,49% na comparação com a lira turca. Lá fora, investidores se posicionam defensivamente reagindo a dados piores que o esperado dos pedidos iniciais de seguro-desemprego e do número de novas construções iniciadas em janeiro. Ao mesmo tempo, o rendimento das T-notes de 10 anos voltou a operar acima de 1,30%, nos maiores patamares em quase um ano. Em âmbito local, o foco se mantém sobre imbróglio da a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Segundo apurou o Valor, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse ao ministro Paulo Guedes que procura um desfecho rápido para o caso e que ele não deve ter impacto sobre a pauta econômica. No entanto, também correm relatos de que Lira teria dito ao presidente Jair Bolsonaro que o caso pode atrasar a agenda. Embora a prisão do integrante da linha de frente da ala bolsonarista tenha sido confirmada pelo plenário do STF, cabe à Câmara a palavra final sobre manter ou relaxar a decisão. Embora não se enxergue uma volta com força da crise institucional entre poderes, o tema tirou momentaneamente do foco as discussões sobre o auxílio emergencial. Este, no entanto, pode voltar à ordem do dia caso o Guedes entregue a proposta da PEC emergencial a lideranças do Senado ainda hoje, como disse que faria. De olho no clima político construído em torno do retorno do benefício, a XP Investimentos passou a contemplar o restabelecimento da medida em seu cenário base. A casa projeta agora um programa que abarque 32 milhões de beneficiários e desembolso mensal de R$ 250 por pessoa, por quatro meses. Tal gasto seria contabilizado fora do teto, o que precisaria ser compensado, segundo sua avaliação, por "contrapartidas relevantes para solidificar o arcabouço fiscal". Caso isso não ocorra ou fique em aberto a possibilidade de novos gastos extra-teto, "a percepção de risco tende a se deteriorar, com efeitos sobre a taxa de câmbio e a inflação esperada", diz a XP. Nesse cenário, o Copom poderia antecipar para de maio para março o início da normalização monetária, de forma mais intensa que os 0,25 ponto porcentual imaginados para a primeira elevação. Pixabay SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER