Home / Notícias / 17/02/2021 - Variante de covid no RJ era esperada, diz superintendente epidemiológico

17/02/2021 - Variante de covid no RJ era esperada, diz superintendente epidemiológico

SyndContentImpl.value=
Há cinco casos em investigação de novas variantes em pacientes no Estado do Rio A chegada de variantes da covid-19 ao Estado do Rio de Janeiro já era esperada pelas autoridades do governo fluminense, afirmou o Superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental do governo do Estado do Rio, Mario Sergio Ribeiro. "Era esperado acontecer [a presença de variantes] no Estado do RJ como aconteceu com o Estado do São Paulo", informou Ribeiro. Ribeiro deu a declaração durante entrevista coletiva conjunta hoje pela manhã, promovida por secretarias de saúde do Rio de Janeiro, estadual e municipal. A entrevista foi marcada após veiculação ontem, pela imprensa, de que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou pela primeira vez presença de variante de covid-19 no Estado do Rio. De acordo com Ribeiro, há cinco casos em investigação de novas variantes em pacientes no Estado do Rio. As variantes encontradas nesses casos seriam duas: um paciente com linhagem B 1.1.7. originada do Reino Unido; e quatro com a P 1, originada de Manaus (AM). Ambas são mais transmissíveis do que a cepa original da doença, lembrou ele. Ribeiro disse ainda que os casos estão sob investigação para responder a uma informação importante para as autoridades de vigilância sanitária: se os casos são fruto de circulação livre dessas variantes no Estado; ou se são casos importados de outros Estados, principalmente do Norte. Ao todo, o Estado do Rio recebeu 58 pacientes transferidos da cidade de Manaus (AM) e do Estado de Rondônia. "Neste momento não temos como fazer essa afirmação [se está em circulação ou se são casos importados]", resumiu. Também presentes na entrevista, os secretários de Saúde municipal, Daniel Soranz, e estadual, Carlos Alberto Chaves informaram ainda que não concordam com a maneira como a informação de presença de novas variantes no Estado do Rio foi anunciada, via Fiocruz, um órgão federal. Para ambos, o mais correto seria que a informação fosse anunciada via nota técnica conjunta das duas secretarias de saúde. Chaves defendeu uma maior coordenação entre as esferas do governo no tratamento da pandemia, e admitiu que falta ?coordenação? entre órgãos de Saúde do Rio e Ministério da Saúde no que concerne a informações sobre andamento da pandemia no Estado. AP Photo/Bruna Prado SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER