Home / Notícias / 17/02/2021 - Dow Jones atinge 3º recorde seguido; ações de tecnologia derrubam S&P 500 e Nasdaq

17/02/2021 - Dow Jones atinge 3º recorde seguido; ações de tecnologia derrubam S&P 500 e Nasdaq

SyndContentImpl.value=
O Dow Jones fechou em alta de 0,29%, a 31.613,02 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,03%, a 3.931,33 pontos, e o Nasdaq cedeu 0,58%, a 13.965,49 pontos Os índices acionários de Nova York fecharam sem direção única nesta quarta-feira (17), com os investidores avaliando o elevado preços das ações de tecnologia, enquanto o Dow Jones anotou o seu terceiro recorde consecutivo de fechamento. O Dow Jones fechou em alta de 0,29%, a 31.613,02 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,03%, a 3.931,33 pontos, e o Nasdaq cedeu 0,58%, a 13.965,49 pontos. As ações de tecnologia foram as maiores perdedoras do dia, pressionando o Nasdaq e fechando em queda de 1,03% no S&P 500, em meio aos receios sobre o elevado preço das ações do setor, que teve a maior valorização no ano passado. Mesmo os dados econômicos positivos nos Estados Unidos não foram suficientes para dar fôlego às ações, com o Departamento do Comércio americano reportando, mais cedo, que as vendas no varejo subiram 5,3% em janeiro, superando com folga a expectativa dos economistas consultados pelo "Wall Street Journal", de alta de 1,2% no período. "As vendas no varejo voltaram à vida em janeiro, encerrando uma sequência de três meses de quedas com uma segunda rodada de cheques de estímulo para famílias de baixa renda, benefícios de desemprego estendidos e uma situação de melhoria na pandemia alimentando uma explosão nos gastos", afirmou Lydia Boussour, economista de Estados Unidos da Oxford Economics. Já a produção industrial nos EUA aumentou 0,9% em janeiro ante dezembro, segundo dados divulgados pelo Federal Reserve (Fed, o banco central do país). O resultado também veio acima da expectativa de consenso, de alta de 0,5%. Os investidores seguem atentos também à disparada nos juros dos títulos do Tesouro americano (Treasuries) de ontem, que ajuda a diminuir a demanda dos investidores por ativos de risco, depois que as expectativas de inflação medidas pelos TIPS (títulos americanos indexados à inflação) de cinco anos nos Estados Unidos encerraram a sessão de ontem a 2,37%, nível mais elevado desde 2012. O rendimento (yield) da T-note de dez anos chegou a ultrapassar, na terça (16), a marca dos 1,3% pela primeira vez em um ano, em meio à expectativa de retomada da inflação nos EUA. No início da noite desta quarta, o yield de dez anos recuava a 1,274%, de 1,299% do fechamento anterior. A escalada dos rendimentos dos Treasuries "foi um pouco mais longe do que o mercado estava esperando", disse Derek Halpenny, chefe de pesquisa de mercados do MUFG, à Dow Jones Newswires. "Você chega a um nível em que a relação risco/recompensa se torna um pouco menos atraente para as ações do que você estava antecipando, e isso pode levar a uma pausa para reposicionamento." SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER