Home / Notícias / 17/02/2021 - Bolsas de NY operam em queda, com atenção a rendimentos dos Treasuries

17/02/2021 - Bolsas de NY operam em queda, com atenção a rendimentos dos Treasuries

SyndContentImpl.value=
Parte dos investidores avalia que movimento de alta dos títulos pode ameaçar prosseguimento do rali no mercado de ações nos EUA Próximos às máximas históricas, os índices acionários em Nova York apresentam dificuldade em estender os ganhos nesta quarta-feira e operam em queda. Apesar de indicadores do varejo e da manufatura nos Estados Unidos terem sinalizado a continuidade da recuperação econômica nos setores, os investidores monitoram atentamente a alta nos rendimentos dos Treasuries nos últimos dias, já que o movimento, segundo parte deles, pode ameaçar a sequência do rali nos mercados de ações. Por volta de 12h20, na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), o Dow Jones operava em queda de 0,12%, aos 31.483,44 pontos, enquanto o S&P 500 recuava 0,43%, aos 3.915,63 pontos. O índice eletrônico Nasdaq caía 0,84%, aos 13.923,02 pontos. Pixabay As perspectivas de uma forte recuperação econômica no segundo semestre, impulsionada pela continuidade da vacinação nos EUA e de um novo pacote de estímulos fiscais no país de US$ 1,9 trilhão, fizeram aumentar as apostas de que os americanos irão conviver com um crescimento e uma inflação mais forte nos próximos meses. As expectativas de inflação medidas pelos TIPS (títulos indexados à inflação) de cinco anos nos Estados Unidos encerraram a sessão da véspera a 2,37%, nível mais elevado desde 2012. Os juros nominais dos Treasuries também dispararam, com o rendimento da T-note de 10 anos ultrapassando a marca de 1,30% no fechamento da sessão da véspera pela primeira vez em um ano. "O trade da reflação [aposta em crescimento e inflação mais elevados] , que tem sido bom para os mercados de ações, é impulsionado pelo otimismo em torno da recuperação. Mas isso só vai continuar até certo ponto e, se os rendimentos [dos títulos] começarem a subir a uma taxa considerada muito rápida, o sentimento mudará rapidamente nos mercados de ações", afirmou o analista-sênior de mercados da Oanda, Craig Erlam. "Já se falou muito em 'taper tantrum' [alta nos juros dos títulos de longo prazo] este ano, então a semente já foi plantada. Não vimos uma retração nos mercados de ações até agora, mas ele está estagnando. E mais picos de rendimento podem pesar sobre o ânimo no curto prazo e levar a perdas nos mercados", conclui. No início da tarde, o juro da T-note de 10 anos recuava a 1,294%, de 1,316% da véspera, e abria espaço para que os índices acionários se afastassem das mínimas intradiárias. Um aumento nos rendimentos dos títulos do governo fez com que alguns investidores reavaliassem seu apetite por investimentos mais arriscados, principalmente devido aos valuations esticados de muitas ações, disse Derek Halpenny, chefe de pesquisa de mercado do MUFG Bank. Segundo ele, os baixos rendimentos dos títulos ajudaram a alimentar o interesse nos mercados de ações nos últimos meses. Indicadores econômicos divulgados nesta manhã nos Estados Unidos confirmam a recuperação robusta na atividade do país. O Departamento do Comércio dos EUA anunciou que as vendas no varejo subiram em 5,3% em janeiro, superando com folga a expectativa dos economistas consultados pelo ?The Wall Street Journal?, de alta de 1,2% no período. A melhora acima do esperado nas vendas do varejo é atribuída em grande parte aos pagamentos diretos de US$ 600 aos cidadãos americanos mais pobres aprovados no pacote de estímulos de dezembro, o que reforçaria a necessidade de estímulos para dar suporte à economia americana. "As vendas no varejo voltaram à vida em janeiro, encerrando uma sequência de três meses de quedas com uma segunda rodada de cheques de estímulo para famílias de baixa renda, benefícios de desemprego estendidos e uma situação de melhoria na pandemia alimentando uma explosão nos gastos", afirmou Lydia Boussour, economista de Estados Unidos da Oxford Economics. Já a produção industrial nos EUA aumentou 0,9% em janeiro ante dezembro, segundo dados divulgados pelo Federal Reserve (Fed). O resultado veio acima da expectativa de economistas consultados pelo ?Wall Street Journal?, que esperavam alta de 0,5%. No noticiário corporativo, as ações da Verizon Communications subiam cerca de 3% e as da Chevron avançavam mais de 3% depois que a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, disse que comprou grandes participações em ambas as empresas. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER