Home / Notícias / 04/03/2021 - Dólar tem queda firme e juros tombam após aprovação da PEC e defesa do teto

04/03/2021 - Dólar tem queda firme e juros tombam após aprovação da PEC e defesa do teto

SyndContentImpl.value=
Além de cena política brasileira, investidores estão atentos à fala do presidente do BC americano O dólar tem queda firme e os juros futuros tombam na abertura do pregão desta quinta-feira, depois da aprovação da PEC Emergencial em primeiro turno no Senado, com a rejeição dos destaques que pretendiam flexibilizar o teto de gastos. Os senadores votarão a proposta em segundo turno hoje, e depois o texto seguirá para a Câmara dos Deputados. Por volta das 9h30, o dólar recuava 1,22%, cotado a R$ R$ 5,5967, em um movimento subsidiado principalmente pelo alívio do temor fiscal doméstico. No mesmo horário, a divisa americana também exibia queda, mas bem mais comedida, em relação às divisas pares emergentes do real. No mercado de juros, as taxas dos Depósitos Interfinanceiros (DI) tem quedas vertiginosas: as para janeiro de 2022 passavam de 4,01% no ajuste anterior para 3,77%; as para janeiro de 2023 caíam de 5,98% para 5,55%; as para janeiro de 2025 recuavam de 7,77% para 7,23% e as para janeiro de 2027 tinham queda de 8,42% para 7,88%. CC0 Creative Commons / pixabay Segundo a Renascença, as taxas captam o forte movimento visto no after-market de ontem, após o presidente da Câmara, Arthur Lira, ter aliviado o estresse dos mercados locais ao descartar a retirada do Bolsa Família da abrangência do teto. O dólar, que até a fala de Lira tinha forte alta, mudou de sentido em instantes e passou a cair, tendo encerrado a sessão estável, acima de R$ 5,66. ?Ainda que a votação da proposta em segundo turno no Senado, que será realizada hoje, eventualmente possa trazer surpresas, notamos relativo conforto momentâneo por parte da maioria dos agentes do mercado financeiro, em especial em virtude da defesa do teto de gastos e da limitação em R$ 44 bilhões para o dispêndio com o novo auxílio emergencial?, escrevem os economistas da Renascença, em relatório. Segundo a Commcor, o mercado tem ainda mais motivos para um alívio hoje diante do risco fiscal, já que a aprovação da PEC foi folgada, com 62 votos favoráveis e 16 contrários no primeiro turno no Senado ontem. A corretora observa também, em boletim matinal, que a cena internacional traz o grande evento da agenda do dia, o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Jerome Powell, que deve reforçar a sua política monetária acomodatícia em meio à recente escalada dos rendimentos dos Treasuries. Powell fala nesta tarde em evento organizado pelo ?Wall Street Journal?. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER