Home / Notícias / 04/03/2021 - Cia. Hering fala em risco de recessão, reajusta preços, mas eleva investimentos

04/03/2021 - Cia. Hering fala em risco de recessão, reajusta preços, mas eleva investimentos

SyndContentImpl.value=
Empresa tem buscado negociar com fornecedores e aumentar produtividade para absorver parte dos custos Silvia Zamboni/Valor/Arquivo O comando da Cia Hering disse nesta quinta-feira, em teleconferência com analistas, que fez dois reajustes de preços desde novembro, de 10,4% no total ? um aumento ?mais equilibrado? do que os concorrentes, afirmou a diretoria financeira. Esse movimento foi necessário por conta da pressão da alta do dólar nos insumos. Ainda reforçou que esse reajuste foi feito apesar de o grupo considerar o risco de uma retração da economia, que tende a afetar vendas do varejo. ?Fizemos ajustes num movimento mais equilibrado que concorrentes. Há esse cenário de potencial recessão e temos que ver se cabe no bolso. Mas vimos como razoável, frente [ao aumento do] mercado?, disse Thiago Hering, diretor de operações. Ele disse que há uma pressão ainda em vigor por conta da alta de commodities, especialmente em fios têxteis, mas a empresa tem buscado negociar com fornecedores e aumentar produtividade para absorver parte dos custos. Em janeiro e fevereiro, já após os aumentos, a venda ao cliente subiu, com alta de 1,4% e 5,6%, respectivamente, em vendas de ?mesmas lojas? (pontos em operação há mais de um ano). Em dezembro, houve queda de 2,4%. O comando ressaltou que, no ano passado, as pressões em insumos eram mais generalizadas, mas agora está mais concentrada em fios. Problemas na cadeia Paralelo a isso, a companhia ainda mencionou problemas recentes na cadeia produtiva que afetou as franquias. Ocorre que o desempenho das vendas no terceiro trimestre, principalmente da loja ao cliente (?sell-in?), foi impactado por dificuldades no abastecimento de produtos, fruto da retomada ainda gradual na produção terceirizada, e de falta de matérias-primas. Isso gerou atrasos nas entregas e postergação da carteira para o quarto trimestre. ?Tivemos perda de venda pela dificuldade de abastecimento?, afirmou Fabio Hering, CEO do grupo. São 758 lojas do grupo no país. Segundo a direção, houve um gargalo maior na etapa de produção terceirizada no quarto trimestre. Com isso, a estratégia de abastecimento foi prejudicada pela falta de certos produtos, fruto de uma retomada ainda gradual do ritmo de fabricação. Isso gerou atraso e postergação nas entregas de mercadoria. Questionado sobre o efeito nos resultados, o diretor afirmou que os problemas na cadeia levaram a perda de 5 a 6 pontos percentuais em venda no trimestre, mas ressalta que houve postergação da parte não atendida em entregas para o mês de janeiro. A empresa reforça ainda que neste momento, essa questão de fluxo de matéria-prima não é mais problema, e a preocupação maior é a variação do dólar. Sobre investimentos, o valor previsto de 2021 será de R$ 131 milhões, recorde na história da empresa. Esse montante deve ser aplicado em modernização de fábricas, aberturas e reformas de lojas. O lucro líquido no trimestre totalizou R$ 55,6 milhões, diminuição de 12%, influenciado pela redução do resultado financeiro líquido de R$ 9,3 milhões. No acumulado do ano, o lucro líquido atingiu R$ 343,0 milhões, aumento de 59,7% versus 2019, impulsionado por créditos fiscais operacionais e aumento no resultado financeiro líquido de R$ 150,7 milhões, em razão das correções monetárias do crédito presumido de ICMS e correção na base de cálculo do PIS e Cofins, além do crédito do imposto de renda e contribuição social de R$ 115,3 milhões. A receita bruta do ano passado atingiu R$ 1,3 bilhão, queda de 29,9% versus 2019. A instabilidade na operação devido aos fechamentos de lojas, horários de funcionamento reduzidos e limitação da circulação de pessoas contribuíram para a queda no faturamento dos canais físicos. Mas o canal digital apresentou crescimento de 230,6% ? como ainda é parcela menor das vendas, ele cresce mas não impede a retração acumulada. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER