Home / Notícias / 28/08/2020 - Vacina de 1ª geração deve evitar sintomas, mas não impedirá transmissão, diz Sáfadi

28/08/2020 - Vacina de 1ª geração deve evitar sintomas, mas não impedirá transmissão, diz Sáfadi

SyndContentImpl.value= "Documentações recentes antecipam que vamos conviver com esse vírus por mais tempo", disse infectologista na Live do Valor O novo coronavírus deve continuar a circular na população mesmo que se chegue a uma vacina contra a doença, alerta Marco Aurélio Sáfadi, presidente do Departamento de Infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria e professor da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo. "É muito provável que essas vacinas confiram proteção contra [os efeitos mais fortes da] doença, mas é bastante provável que a vacina não tenha o poder de prevenir a transmissão", disse na Live do Valor desta sexta-feira, ressaltando que essa é uma característica esperada para vacinas de "primeira geração". Aula presencial pode voltar desde que transmissão esteja controlada, diz infectologista Marco Aurélio Sáfadi Segundo ele, isso significa que a doença vai seguir como um tema de atenção ao menos durante os próximos meses. Um fato que comprova essa tese é a ocorrência de reinfecções, lembra. "As documentações recentes antecipam que vamos conviver com esse vírus por mais tempo entre nós, o que é mais um desafio para a possibilidade de eliminar a doença", disse. Sáfadi também afirma que é preciso ter cautela quando às expectativas sobre as vacinas que estão sendo desenvolvidas. "Desenvolver vacinas é um processo que leva tempo no licenciamento , só estamos tendo essa possibilidade porque já havia uma plataforma [de pesquisa] para outros coronavírus", disse. Ele alerta ainda que, neste momento, os testes estão concentrados em adultos, e não se sabe ainda os efeitos sobre crianças e adolescentes. O infectologista diz também que, embora ainda sem consenso, os especialistas têm cogitado que a chamada imunidade de rebanho pode estar mais próxima do que se imagina. A situação ocorre quando, a partir de um percentual de infectados em torno de 60% ou 70%, a população já se torna imune à doença. "É possível que esse percentual seja metade do que se previa no começo da pandemia", afirmou. Mesmo que o país esteja próximo dessa imunidade em alguns locais, Sáfadi alerta que os cuidados não devem ser abandonados. "O uso de máscara e o distanciamento social continuam essenciais", disse. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER