Home / Notícias / 28/05/2017 - 10 dicas para fornecedores e empreendedores driblarem a inflação alta

28/05/2017 - 10 dicas para fornecedores e empreendedores driblarem a inflação alta

Especialista orienta como lidar com a alta da inflação e aponta alternativas para amenizar a…

O cenário econômico se mantém devastado após as denúncias contra o presidente da República, Michel Temer, o que acabou assustando muitos investidores. Segundo o advogado especialista em Direitos do Consumidor e do Fornecedor, Dori Boucault, a inflação está numa situação crítica e afeta todos da sociedade brasileira. Ou seja, tem reflexo direto nos pontos principais das finanças do país de forma macroeconômica e individual de forma microeconômica. ?O quadro é recente e, ao mesmo tempo, muito extenso para se avaliar o impacto na inflação. Porém, ainda sim existem alternativas para se driblar essa crise?, aponta Dori.

O processo desinflacionário é robusto e não pode ser considerado com um fato pontual ou passageiro. Dessa forma, o especialista indica algumas sugestões para ajudar empreendedores e fornecedores nesta fase crítica da economia.

1 - enxugue os custos: o empreendedor deve sempre pensar em diminuir os custos, ou seja, deve analisar as despesas. ?Descubra gastos desnecessários que possam ser reduzidos como, por exemplo: conta luz, água ou telefone?, indica Dori Boucault;

2 - Reduza o estoque: ?Se antes a empresa vendia 50 mil itens e agora vende 30 mil, sem dúvida, é preciso passar por um processo de adaptação da realidade, reduzindo a produção ou a quantidade comprada do seu fornecedor?, explica o advogado;

3 - Elimine produtos de pouca saída: verifique os produtos que são menos vendidos ou que apresentam pouco retorno. ?Você pode aumentar a lucratividade quando eliminar esses itens?, afirma Dori.

4 - Renegocie dividas: quando uma empresa está passando por alguma dificuldade financeira uma das medidas importantes a se tomar é a renegociação de dívidas com os bancos e fornecedores. ?O empreendedor pode conseguir condições favoráveis para pagar suas obrigações, dependendo do relacionamento que mantém com os seus parceiros?, ressalta o especialista;

5 - Tenha controle sobre o negócio: o controle financeiro operacional sobre o negócio ajuda a identificar problemas e a tomar decisões antes que a crise agrave a situação. ?Crie metas, relatórios de desempenho, tabelas e gráficos. Além disso, acompanhe com atenção esses indicadores?, recomenda Dori;

6 - Mantenha reservas para emergências: as reservas devem ser mantidas em aplicações que possibilite resgates imediatos de até um dia. ?Verifique com o gerente do banco qual é a opção mais rentável e segura?, aconselha o advogado;

7 - Diversifique: diversificar é uma técnica de gerenciamento de risco e combina diversos investimentos dentro de uma carteira. Porém, esse método é utilizado como forma de maximizar o retorno e minimizar os riscos de investimento como um todo;

8 - Monitore a concorrência: em várias situações os concorrentes também aumentam o preço, dessa forma, se você acompanha o preço dos concorrentes, pode manter seu preço competitivo;

9 - Invista em versão mais econômica dos produtos (se for possível): criar versões mais econômicas pode ser uma alternativa para driblar o aumento da inflação. Porém, muitos negócios caem na tentação de reduzir o tamanho e a qualidade do produto mantendo o preço. ?É preciso ter cautela, pois não se deve enganar o consumidor, o indicado é uma nova versão mais econômica do mesmo item?, evidencia o especialista;

10 - Reduza a necessidade de capital de giro: em períodos de inflação mais alta o custo de financiar o capital de giro também sobe quando ele está investido em situações que não aumentam a competividade do negócio. ?É importante receber no menor prazo médio possível e adiar ao máximo o pagamento de saída de caixa sem que isso implique no ajuste do preço ou na redução, ao mínimo possível, dos estoques?, informa Dori Boucault;

Mais sobre Dori Boucault

Consultor de relação de consumo e advogado especialista em direito do consumidor e fornecedor, Dori Boucault, é um dos profissionais mais requisitados para palestras e seminários sobre o assunto. Em suas palestras e seminários, fala com desenvoltura sobre assuntos espinhosos que, por vezes, se tornam uma dor de cabeça para consumidores e fornecedores. Entre suas especialidades está a educação financeira, que auxilia o consumidor a controlar seus recursos. Dori possui uma forma irreverente de explicar os direitos e deveres de ambas as partes ? cliente final e fornecedor ? de forma didática, leve e descontraída. Para saber mais sobre Dori acesse www.doriboucault.com.br.

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 9:00h às 18:00h

NEWSLETTER