Home / Notícias / 25/08/2020 - Novo programa habitacional prevê renegociação de dívidas do Minha Casa, Minha Vida

25/08/2020 - Novo programa habitacional prevê renegociação de dívidas do Minha Casa, Minha Vida

SyndContentImpl.value= Mutirão para acerto de pagamentos em aberto deve alcançar 500 mil usuários da faixa 1 O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, disse hoje no lançamento do programa habitacional Casa Verde Amarela que a redução de juros e da remuneração ao agente financeiro permitirão ampliação do número de famílias beneficiadas sem acréscimo de recursos do Tesouro. ?Esse programa permitirá ao Brasil ter a menor taxa de juros da história do setor habitacional?, disse Marinho, destacando a importância do setor imobiliário para o crescimento do país. ?O capital especulativo está fugindo do Brasil, que bom, pode ir embora. Nos interessa o capital que vem para gerar emprego e renda?. O ministro destacou que os juros do programa serão de 4,25 % nas regiões Norte e Nordeste e 4,5% nas demais regiões do país. A redução das parcelas aos mutuários permitirá a entrada de aproximadamente 1 milhão de famílias que não tinham renda suficiente para o financiamento. ?Teremos tratamento diferenciado para as regiões com menor IDH [Índice de Desenvolvimento Humano], que são Norte e Nordeste?, discursou. Segundo Marinho, a redução da remuneração do agente financeiro vai permitir que mais 350 mil novas unidades sejam construídas, o que deve agregar mais de 2 milhões de novos empregos e R$ 11 bilhões em arrecadação de tributos. Outra etapa do programa será a renegociação de dívidas dos mutuários da Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, problema que atinge cerca de 500 mil famílias. ?Agora poderemos fazer grande esforço de renegociação de dívidas?, disse Marinho. ?Assim que retomarmos o processo, depois da pandemia, faremos um mutirão no país. Vamos convocar as famílias para dar tranquilidade e segurança às famílias?. Na outra etapa do programa, de regularização fundiária urbana, o ministro explicou que serão utilizados R$ 500 milhões do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS), recurso que estava parada há 15 anos, segundo ele, e que foi negociado junto à Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). ?Esses R$ 500 milhões vão iniciar programa de regularização fundiária, serão 130 mil famílias este ano, mas pretendemos chegar a 1 milhão?, finalizou. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER