Home / Notícias / 25/08/2020 - Ibovespa patina sem força e fecha em queda à espera de catalisadores

25/08/2020 - Ibovespa patina sem força e fecha em queda à espera de catalisadores

SyndContentImpl.value=
Entre os papéis de maior peso no índice, a Vale perdeu terreno hoje com a queda nos preços de minério de ferro Diante da falta de motivos claros para definir os rumos do mercado, o Ibovespa voltou a patinar hoje sem sair muito do mesmo lugar enquanto o investidor calibra suas posições de acordo com temas pontuais de cada setor. Entre os papéis de maior peso no índice, a Vale perdeu terreno hoje com a queda nos preços de minério de ferro e as ações do setor bancário recuaram em um ambiente de incertezas sobre a situação fiscal no país. Assim, sob um clima de cautela, o Ibovespa terminou o pregão em queda de 0,18%, aos 102.118 pontos, com perdas nas chamadas ?blue chips? que têm mais relevância na composição do índice. Esse é o caso da Vale, Petrobras e bancos, por exemplo. O volume financeiro somou R$ 18,5 bilhões, abaixo da média de R$ 20,7 bilhões nas sessões deste ano. ?Desde meados de julho, o Ibovespa não tem força para sair do patamar entre 100 mil pontos ou 105 mil pontos. Essa cautela mostra que houve, em um primeiro momento, uma recuperação muito forte, mas agora parece estar perto de um preço justo. Não temos um novo pacote do governo ou uma agenda econômica como víamos no começo do ano?, explica Enrico Cozzolino, analista da Daycoval Investimentos. Para o profissional, até mesmo o possível anúncio de novo programa econômico do governo é colocado em perspectiva neste momento. ?Faz sentido o mercado entrar em um ritmo mais lento, consolidando os ganhos. Por um lado, é positivo para a economia estender auxilio emergencial, mas o risco é perder a mão e virar déficit. São problemas complexos sem resposta clara. A consolidação da bolsa nesse patamar mostra falta de respostas, tanto aqui quanto lá fora?, explica. Nesse ambiente de indefinições macroeconômicas, o investidor também é forçado a olhar com mais atenção casos e segmentos específicos na bolsa. Para Tiago Sampaio Cunha, gestor da Grou Capital, o setor bancário acaba sendo pressionado pelas preocupações com a necessidade de ajustar as contas públicas. Em outras palavras, existe o risco de que os bancos acabem pagando a conta do aumento de gastos, enfrentando aumento de tributação no segmento ou perdendo benefícios. ?Esse setor é sempre visto como fonte de receita para aumento de tributos. Logo, se estamos falando de aumento de gastos públicos, teremos que imaginar uma contrapartida com redução de outra rubrica ou aumento de receita?, explica o gestor. Por outro lado, o setor de vestuários hoje se valorizou com ganhos nas ações de Cia Hering (3,17%) e Lojas Renner (4,29%), além de outras varejistas como Magazine Luiza (1,06%) e Via Varejo (1,72%). ?A execução da venda online para vestuários não é tão fácil ou óbvia quanto eletroeletrônico, muito pela questão de experimentação. Mas Marisa conseguiu mostrar um resultado que, embora negativo, foi um pouco melhor do que o esperado, com boas perspectivas para a reabertura da economia. Isso acaba contaminando positivamente todo o setor de varejo de vestuários?, diz o gestor da Grou. Entre outros casos específicos, a Eletrobras voltou a liderar os ganhos do Ibovespa, refletindo a perspectiva mais favorável sobre as discussões em torno da privatização da estatal. Desta vez, o impulso veio de declarações do senador Eduardo Braga (MDB -AM), cotado como relator do tema. Braga afirmou que o assunto está mais "pacificado" no governo, renovando as expectativas dos investidores e fazendo o papel subir. Já questões relacionadas a oferta subsequente de ações impulsionaram ações da Rumo e informações sobre IPO de uma subsidiária levou a valorização da CSN. Isso não significa, porém, que haja um clima muito mais positivo no mercado. Para Fernando Barroso, o mercado está em um momento de ?lateralidade?, ou seja, em que a bolsa oscila sem catalisador generalizado. Logo, ?é natural que os gestores saíam de posições que subiram bem e entrem em papéis mais descontados. O que vimos hoje é uma rotação de posições para varejo, por exemplo?, diz. A grande questão para qualquer projeção está na situação fiscal. Os analisas do Morgan Stanley seguem com viés ?otimista quanto às perspectivas de médio prazo? para as ações brasileira. O preço alvo no banco para meados de 2021 é de 110 mil pontos no Ibovespa. O cenário base é de ?mudança temporária do teto de gastos fiscais com o progresso da reforma tributária?. Ainda assim, de uma perspectiva ?bottom up?, que olha do micro para macro, a alocação setorial do Morgan Stanley no país tem favorecido produtores de commodities como Vale, Petrobras e Gerdau ?por causa de nossa visão mais otimista da economia global do que local?. Essa posição também é beneficiada pelo fato de que os exportadores de commodities fornecem hedge, comprado em dólar, em caso de deterioração fiscal significativa. Gerd Altmann / Pixabay SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER