Home / Notícias / 25/08/2020 - Governador do DF afasta secretário preso em operação

25/08/2020 - Governador do DF afasta secretário preso em operação

SyndContentImpl.value=
Francisco Araújo e outros integrantes da pasta foram presos na segunda fase da Operação Falso Negativo Marcello Casal Jr. / Agência Brasil O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), decidiu afastar o secretário de Saúde, Francisco Araújo, e outros integrantes da pasta que foram presos nesta terça-feira na segunda fase da Operação Falso Negativo. Secretário de Saúde do DF é preso em investigação sobre compra de testes para covid-19 "Neste momento, não resta outra atitude de minha parte a não ser afastar preventivamente os acusados, com o único intuito de não paralisar os importantes serviços prestados à sociedade do Distrito Federal pela Secretaria da Saúde, em especial neste momento de pandemia", disse em nota. O governador afirmou que aguarda a "rápida apuração e o esclarecimento dos fatos para que pessoas inocentes não tenham seus nomes indelevelmente manchados". Ele também classificou como "desnecessária" a operação que levou à prisão o secretário, pois Araújo e sua equipe "sempre estiveram à disposição das autoridades para esclarecer quaisquer fatos". Segundo o governador, os processos da Secretaria estão abertos e sendo acompanhados pelo Ministério Público, o que comprovaria "a inexistência dos crimes a que estão sendo indevidamente acusados". Araújo é suspeito de uma série de fraudes na compra, sem licitação, de testes rápidos para a detecção da covid-19, que geraram prejuízo estimado em R$ 18 milhões. Mais cedo, a secretaria afirmou em nota que a pasta "sempre esteve à disposição do Ministério Público (MP), não só disponibilizando as informações solicitadas, como franqueando o acesso online a todos os processos de compras e contratos". Além disso, diz fazer reuniões semanais com órgãos de controle para "aprimorar os mecanismos de transparência" da secretaria. Na segunda fase da operação, nesta terça-feira, foram cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e sete de prisão preventiva. Além de Araújo, outros gestores da Secretaria de Saúde foram detidos, como o subsecretário de Vigilância à Saúde, Eduardo Carmo; o secretário adjunto de Gestão em Saúde, Eduardo Pojo do Rego; e o assessor especial da pasta, Ramon Azevedo. Outros envolvidos são ligados às empresas que forneceram os testes ao governo do DF, cujas sedes ficam em Goiás, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo - em todos esses Estados também houve cumprimento de medidas cautelares nesta manhã. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER