Home / Notícias / 24/08/2020 - Belarus volta a prender opositores após grande protesto

24/08/2020 - Belarus volta a prender opositores após grande protesto

SyndContentImpl.value=
Manifestações reuniram mais de 100 mil pessoas contra o governo no fim de semana A polícia de Belarus prendeu nesta segunda-feira vários líderes da oposição responsáveis por organizar os protestos que desafiam o governo do presidente Alexander Lukashenko, conhecido como o ?último ditador da Europa?. As prisões ocorrem após uma manifestação ter reunido mais de 100 mil pessoas nas ruas de Minsk, capital do país, ontem, para protestar contra os resultados da eleição vencida por Lukashenko no início deste mês. O Conselho de Coordenação, criado pela oposição para negociar a transição no poder no país e exigir a renúncia de Lukashenko, disse que dois de seus integrantes foram presos em Minsk, segundo a agência Associated Press. Além disso, Alexander Lavrinovich, um dos líderes das greves em empresas estatais contra o presidente, também foi detido hoje. As ações da polícia sinalizam a determinação de Lukashenko em reprimir os protestos, que entram na terceira semana consecutiva. Pouco antes do anúncio das prisões, Lukashenko apareceu em um vídeo segurando um rifle ao descer em sua casa de helicóptero. Manifestantes se reuniram nos arredores da residência presencial. O presidente Alexander Lukashenko cumprimenta as forças policiais em meio aos protestos TV estatal via AP Na semana passada, Lukashenko alertou que os integrantes do conselho da oposição poderiam ser processados criminalmente por criarem o que ele descreveu como um governo paralelo. Pouco depois, promotores abriram um inquérito acusando os opositores de minar a segurança nacional, uma alegação rejeitada pelos integrantes do conselho. Lukashenko está no poder desde 1994 e foi reeleito para um sexto mandato com 80% dos votos, segundo a comissão eleitoral do país. Os resultados foram contestados pela oposição, que acusa o presidente de fraude. A União Europeia (UE) não reconheceu os resultados das eleições e diz preparar sanções contra os responsáveis pela suposta manipulação que garantiu uma nova vitória de Lukashenko. Desde o início da crise, os países europeus tentam convencer o presidente da Rússia, Vladimir Putin, a usar sua influência para convencer Lukashenko a deixar o poder. O Kremlin, porém, defende que não haja intervenção externa em Belarus. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER