Home / Notícias / 21/08/2020 - Bolsas da Europa fecham em queda após dados econômicos aquém do esperado

21/08/2020 - Bolsas da Europa fecham em queda após dados econômicos aquém do esperado

SyndContentImpl.value=
O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,15%, e o DAX, da Alemanha, recuou 0,51% As ações europeias fecharam a sessão desta sexta-feira (21) em queda leve, com investidores avaliando dados econômicos e o ressurgimento de casos de covid-19 no continente. Também no pano de fundo, os agentes se veem em meio a novas preocupações sobre o potencial de uma saída forçada do Reino Unido da União Europeia até o final do ano. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,15%, aos 365,09 pontos. Regionalmente, o DAX, índice de referência da Alemanha, recuou 0,51%, com 12.764,80 pontos. Em Paris, o CAC 40 caiu 0,30%, a 4.896,33 pontos, enquanto o FTSE 100, de Londres, cedeu 0,19%, a 6.001,89 pontos. Em Madri, o IBEX 35 cedeu 0,16% e, em Milão, o FTSE MIB desvalorizou 0,36%. A falta de otimismo dos investidores por ativos europeus é atribuída a sinais de desaceleração na recuperação econômica do continente, que ficam claros nos índices de gerentes de compras (PMIs, na sigla em inglês) do IHS Markit, divulgados na manhã desta sexta, e ao recente crescimento no número de casos de covid-19 na região. A leitura preliminar do PMI (índice de gestores de compras) composto da zona do euro da IHS Markit caiu para o menor patamar em dois meses em agosto, para 51,6 face a 54,9 pontos em julho. A expectativa dos agentes consultados pelo "Wall Street Journal" era de 55,3 pontos. Segundo analistas, a recuperação do continente deve continuar no terceiro trimestre, mas dá sinais que pode ser menos robusta do que o esperado anteriormente. "Ainda estamos confiantes de que o terceiro trimestre verá uma forte recuperação do crescimento mecânico", afirmou Moritz Degler, economista-sênior de zona do euro da Oxford Economics. No entanto, "com os casos de coronavírus subindo novamente em toda a zona do euro, novos alertas para viagens no continente e o restabelecimento de medidas de contenção regionais provavelmente vieram para ficar. Como resultado, a atividade de serviços parece ter se estabilizado em agosto, trazendo uma perspectiva bastante moderada para o quarto trimestre", afirmou. Efeito do petróleo A queda dos preços do petróleo também pressionou os índices de ações, com quedas da Royal Dutch Shell, da BP, da Total e da Eni. ?As ações das petrolíferas europeias foram prejudicadas pela alta forte do dólar e pelo recuo do apetite pelo risco no final da semana?, diz a OANDA. ?Mesmo assim, não estamos muito afastados do intervalo de alta do óleo, a questão é se o ritmo pode ser sustentado perante o aumento de casos de covid-19 em todo o mundo?, diz Craig Erlam, da Oanda. No início da tarde desta sexta, o petróleo bruto Brent (outubro), referência global, perdia 2,7%, a US$ 43,69 por barril, enquanto o WTI (outubro), a referência americana, cedia 2,9% para US$ 41,57 o barril. O ouro recuava 0,3%, para 1.941,00 a onça-troy. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER