Home / Notícias / 19/08/2020 - Guedes diz que o país está chegando ao ciclo final das medidas de crédito

19/08/2020 - Guedes diz que o país está chegando ao ciclo final das medidas de crédito

SyndContentImpl.value=
Em cerimônia no Palácio do Planalto, ministro da Economia afirmou que o pior da crise já passou e avaliou que a retomada será "segura" O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira que o país está chegando no ?ciclo final de medidas de crédito?. ?O dinheiro finalmente está chegando à ponta?, disse no Palácio do Planalto, em cerimônia de sanção de medidas provisórias destinadas a destravar os empréstimos para empresas. Ele destacou que o Programa Emergencial de Proteção ao Emprego (Pese) foi expandido e flexibilizado e, com isso, a expectativa é dobrar o alcance do programa, chegando a 200 mil empresas nos próximos meses. ?As empresas podem precisar de dinheiro para outras coisas que não só folha de pagamento?, afirmou. Guedes disse ainda que o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) ?está sendo um absoluto sucesso?. Ele destacou que as medidas foram aperfeiçoadas e citou uma negociação com as empresas do setor automotivo. ?Vai ter muito crédito para empurrar a economia." O ministro da Economia, Paulo Guedes, destaca retomada da economia Jorge William/Agência O Globo Segundo o ministro, a expansão do crédito ?em R$ 1 trilhão? e isso está ?alavancando a economia?. Para ele, o Brasil, olhando o ano seguinte, já está de volta ?ao trilho do crescimento sustentável?. Foram sancionadas hoje as medidas provisórias (MPs) 944 e 975. A primeira institui o Programa Emergencial de Proteção ao Emprego (Pese). A linha teve baixa demanda e, por isso, parte de seus recursos, R$ 12 bilhões, foi realocada para reforçar o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), que teve o aporte inicial, de R$ 15,9 bilhões, esgotado rapidamente. Já a MP 975 regula o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac-FGI), voltado a pequenas e médias empresas. O programa autoriza o governo a aportar até R$ 20 bilhões no Fundo Garantidor de Investimentos (FGI), administrado pelo BNDES, que dará uma garantia suplementar aos empréstimos. A medida ganhou um acréscimo na tramitação para viabilizar até R$ 10 bilhões em empréstimos via maquininhas de cartão, no chamado Peac-maquininhas. Retomada Segundo o ministro, todos os indicadores mostram que a economia brasileira está se recuperando em formato de ?V da Nike?, quando a volta ?é mais lenta do que a queda?, mas é ?segura?, destacou. De acordo com ele, o pior momento da economia foi observado em abril e, desde então, o desempenho tem melhorado. ?Agosto já está melhor do que julho?, afirmou. O ministro reforçou que desde o início da crise o presidente pediu que nenhum brasileiro ficasse para trás e que empregos fossem preservados. Segundo ele, o país está atravessando ?as duas ondas?, da saúde e da economia. Ele tornou a dizer que o choque esperado sobre o setor externo não veio e que as estimativas iniciais de queda do PIB de quase 10% neste ano foram pessimistas. Segundo Guedes, a construção civil está chegando em mais de 60 mil empregos ?e menos de 10 mortos?. ?Graças ao protocolo de retorno seguro ao trabalho?, disse. "A construção civil está se expandindo e gerando emprego. As exportações estão firmes, e os programas de crédito, funcionando", acrescentou. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER