Home / Notícias / 19/08/2020 - Bolsas de NY fecham em queda, recuando das máximas após a ata do Fed

19/08/2020 - Bolsas de NY fecham em queda, recuando das máximas após a ata do Fed

SyndContentImpl.value=
Depois de operarem na maior parte do dia em alta, os índices viraram para terreno negativo depois da divulgação da ata da última reunião de política monetária do BC americano Os índices acionários de Nova York fecharam em queda nesta quarta-feira (19), com o S&P 500 e o Nasdaq recuando das máximas históricas alcançadas na terça (18), depois que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) soou um tom mais cauteloso na ata da sua última reunião de política monetária. Depois de operar pela maior parte do dia em alta, os índices viraram para terreno negativo depois da divulgação da ata. Após ajustes, o Dow Jones fechou em queda de 0,31%, a 27.692,88 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,44%, a 3.374,85 pontos, e o Nasdaq cedeu 0,57%, a 11.146,46 pontos. De acordo com a ata da reunião do mês passado, a equipe do Fed disse aos integrantes do Conselho Federal de Mercado Aberto (Fomc) que eles estão reduzindo as estimativas para o crescimento econômico americano no segundo semestre, pois espera que a recuperação do PIB e do mercado de trabalho seja "um pouco menos robusta do que na projeção anterior". As autoridades começaram também uma revisão de sua abordagem de longo prazo, motivada por uma mudança estrutural no cenário global. Mas os investidores avaliam negativamente também o fato de que os integrantes do BC americano não tomaram nenhuma decisão formal sobre uma mudança no "forward guidance", que tem sido sinalizado nas últimas reuniões. Juros baixos por dois anos A maioria dos membros do Fed indicou que não espera subir os juros no país por, no mínimo, mais dois anos. Eles sinalizaram conforto, por enquanto, com a atual postura de política do BC dos EUA, porque os investidores parecem concordar que as taxas devem permanecer baixas por anos. Mas as autoridades indicaram uma preocupação considerável com as dificuldades do país em conter a pandemia de covid-19. Esses desafios, dizem eles, podem resultar em níveis mais altos de falências de negócios e em um declínio mais rápido nas taxas de desemprego, o que pode aumentar a necessidade de mais gastos do governo. As negociações de estímulos fiscais nos EUA, enquanto isso, permanece travada no Congresso americano, com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, dizendo, na terça, que as negociações continuam em um impasse, mas que ambos os lados ainda querem um acordo. O dia fechou amplamente negativo, com todos os 11 setores do S&P 500 encerrando em queda. A ação da Target, porém, foi o destaque positivo do dia, fechando em alta de 12,65% depois que a companhia reportou resultados trimestrais acima do esperado, incluindo um aumento de 24,3% nas vendas em lojas já existentes ("same store sales"). A ação da Lowe's subiu 0,23%, após a companhia também superar a expectativa para o segundo trimestre. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER