Home / Notícias / 18/12/2016 - ?A classe média brasileira precisa se acostumar a poupar?, afirma o economista Hélio Portocarrero à Rádio CNseg

18/12/2016 - ?A classe média brasileira precisa se acostumar a poupar?, afirma o economista Hélio Portocarrero à Rádio CNseg

A programação traz ainda uma entrevista com o professor da USP, Marcos Bossi Ferraz, sobre…

A Previdência Social é o maior fator de déficit público, e esse déficit tende a aumentar com o tempo, nesse sentido, a reforma da previdência se faz necessária em virtude da falência fiscal do Estado brasileiro. As informações são do economista e membro do Comitê de estudos de mercado da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), Helio Portocarrero, entrevistado no quadro ?Entenda o Seguro de Pessoas?, da Rádio CNseg. Ele destaca fatores a serem observados na reforma proposta. ?É muito importante baixar o teto da previdência, porque existe uma desigualdade muito grande na distribuição do rendimento previdenciário e a classe média brasileira precisa se acostumar a poupar?, afirma. Hélio observa ainda o comportamento da população brasileira neste cenário de crise. ?Há uma crise no PIB brasileiro, uma queda jamais vista, de dois anos seguidos de recessão. Isso tem um efeito sobre o mercado de seguros e o que está sendo menos atingido é a previdência privada. O que indica que a população brasileira está mais informada?, conclui.

Na mesma linha de analisar o conduta do consumidor nesse período de crise, o presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araujo Coriolano, discorre, no quadro ?Fala Presidente?, sobre a consciência da população ao contratar um seguro, com base no crescimento do mercado. ?O setor cresceu quase 8%, até setembro desse ano, em razão da preferência do consumidor brasileiro por determinado tipo de proteção. Para esse número de crescimento está contribuindo muito fortemente o seguro de vida individual. O que é uma boa notícia, no sentido de que o consumidor está atento para a necessidade de se precaver de riscos e garantir uma renda?, pontua Coriolano, apontando ainda as projeções para 2017: ?seguros patrimoniais que tem relação com as pessoas propriamente ditas, como o residencial e o rural, devem continuar crescendo?, afirma.

Enxergar os planos de saúde também como um investimento é o tema do quadro ?Entrevista Especial? desta semana, que traz o professor adjunto da disciplina de Economia e Gestão em Saúde do Departamento de Medicina, da Escola Paulista de Medicina, da Universidade de São Paulo (USP), Marcos Bosi Ferraz. Ele fala sobre as expectativas dos beneficiários e os recursos dos planos de saúde ante as inovações tecnológicas, e aborda também a conscientização sobre o investimento em Saúde Suplementar. ?É preciso fazer um trabalho para com a sociedade, para que ela entenda que colocar dinheiro dela própria, em um plano de saúde, direta ou indiretamente, por meio de uma empresa, é um benefício para o próprio indivíduo?, destaca o professor.

No quadro ?Entenda os Seguros Gerais? o presidente da presidente da Comissão de Responsabilidade Civil da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Marcio Guerrero, aborda o Seguro de Responsabilidade Civil Familiar. Segundo ele, a modalidade, muitas vezes vendida junto com o Seguro Residencial, é ainda é desconhecida pela população. ?A carteira de Seguro Residencial, de acordo com números oficiais da Susep, vende anualmente R$2,7 bilhões em prêmios, o que já dá uma ideia de quantas apólices possuem a cobertura de Responsabilidade Familiar. Muitas vezes o próprio segurado desconhece isso?, afirma.

Ainda nesta semana, no quadro ?Por Dentro da Saúde Suplementar?, o Superintendente de Regulação da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), Sandro Leal, fala sobre os Planos Odontológicos. E no espaço ?Sustentabilidade? o economista e ecologista Sérgio Besserman aborda as mudanças climáticas. Já no ?Dica do Consultor?, o tema é a segurança de automóveis e residências durante as férias.

Diariamente a Rádio traz, ainda, boletins de serviço, notícias do setor, da economia e da política do país, além da programação musical. A grade completa está disponível em http://radio.cnseg.org.br.

Rádio CNseg

A Rádio CNseg é uma das 21 ações transformadoras propostas pelo Programa de Educação em Seguros da CNseg, e tem por objetivo ampliar os canais de diálogo do setor de seguros com a sociedade, combater a desinformação e esclarecer a população sobre os fundamentos e características dos produtos oferecidos pelos segmentos de seguros, previdência privada, saúde suplementar e capitalização. Exclusiva para plataforma online, a Rádio é transmitida por meio do site www.radio.cnseg.org.br, ou pelo aplicativo, disponível nas lojas virtuais para smartphones.

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 9:00h às 18:00h

NEWSLETTER