Home / Notícias / 04/09/2020 - Nunca vi atitude de Bolsonaro diretamente contra a democracia, afirma Toffoli

04/09/2020 - Nunca vi atitude de Bolsonaro diretamente contra a democracia, afirma Toffoli

SyndContentImpl.value=
Em balanço de fim da gestão, presidente do STF disse que manteve diálogo intenso com o Planalto "no sentido de manter a independência entre Poderes" O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, minimizou nesta sexta-feira a crise entre os Poderes e disse que nunca viu o presidente Jair Bolsonaro tomar uma atitude objetiva contra a democracia. ?No relacionamento que tive com o presidente Jair Bolsonaro e seus ministros de Estado, nunca vi diretamente nenhuma atitude contra a democracia?, afirmou. A declaração aconteceu durante uma entrevista coletiva sobre o balanço da sua gestão à frente da Corte. Toffoli deixa o cargo na quinta-feira. O próximo presidente do Supremo será o ministro Luiz Fux. O presidente do STF, Dias Toffoli, afirma ter mantido diálogo intenso com o presidente Bolsonaro sobre independência dos Poderes SCO/STF Segundo ele, houve segmentos da sociedade tentando fazer com que ?a situação do país virasse um caos?, mas, mesmo assim, sempre foi possível manter um dialogo ?direto?, ?franco? e ?respeitoso? com o presidente. ?Tive um diálogo com ele intenso no sentido de manter a independência entre os Poderes e fazer ele compreender que cabe ao Supremo declarar inconstitucionais determinadas normas, porque essa é nossa função e a dele é respeitar e ele respeitou ao fim e ao cabo?, disse. O ministro do STF disse ainda que ?todo segmento político tem apoio de áreas mais extremadas?, mas que isso vem sendo combatido por todas as instituições. ?Evidentemente, todo segmento político tem apoio de áreas mais extremadas. Isso pode haver realmente segmento de pessoas que se identificam com o governo e que se valem, e isso está sendo combatido e vai ser combatido porque nós não podemos deixar o ódio entrar em nossa sociedade, não podemos deixar o caos entrar em nossa nação. Não podemos deixar as nossas instituições caírem.? Sem citar o nome do ex-ministro Abraham Weintraub, Toffoli apontou que a reação não foi apenas do Supremo e do Congresso, mas que o próprio governo fez a sua parte para coibir atos mais extremos. ?A nossa reação foi, não só do STF, foi do Congresso Nacional, foi de integrantes do governo, e o próprio presidente fez troca de ministros, de ministros que diziam que era necessário prender ministros do Supremo. Mandou embora, demitiu. Isso é um processo, tem que estar atento?, disse. O presidente afirmou ainda que ?não são heróis que salvam o Brasil, quem salva o Brasil são as instituições?. Toffoli também considerou que a atuação do STF contribuiu para o sucesso da Operação Lava Jato. E disse que eventuais decisões contrárias se deram porque houve a ultrapassagem dos limites da Constituição. SyndContentImpl.interface=interface com.sun.syndication.feed.synd.SyndContent SyndContentImpl.type=text/html SyndContentImpl.mode=null Leia mais

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 8:30h às 18:00h

NEWSLETTER