Home / Notícias / 04/05/2017 - ?No Rio, a crise é maior do que parece?, diz presidente do CCS-RJ

04/05/2017 - ?No Rio, a crise é maior do que parece?, diz presidente do CCS-RJ

Jayme Torres
Em reunião da diretoria do Clube nesta quarta-feira, 3 de maio, o presidente do CCS-RJ,…

?A área de segurança é uma das mais afetadas, com reflexos na atividade seguradora. Houve aumento em todos os índices de violência. O roubo de carro cresceu 47% em março deste ano, comparado ao mesmo período de 2016. O roubo de cargas atingiu níveis que asfixiam a atividade. As transportadoras não querem vir para o Rio de Janeiro e as seguradoras não conseguem suportar a altíssima sinistralidade?, afirmou.

Segundo Torres, a crise também chegou ao Pátio Legal. ?Sem dúvida, uma das soluções mais engenhosas do nosso mercado para garantir e preservar a integridade dos veículos roubados e/ou acidentados, devolvidos com tranquilidade, agilidade e modernidade aos proprietários?, argumentou. Criado em 2005, o Pátio Legal se transformou também num instrumento eficaz no combate à corrupção, solucionando problemas de desaparecimento de peças, cobrança de propina para entrega dos veículos e uso dos veículos por policiais, entre tantos outros.

?As notícias que têm chegado até nós revelam que após vários dias sem sistema de informática para o controle de ocorrências nas delegacias, criando problemas para a população, o Pátio Legal parou de receber carros recuperados e só conseguiu retomar as atividades semana passada porque saíram 125 carros do pátio, abrindo espaço para uma nova leva de veículos recuperados?, comentou o dirigente.

A situação se agravou ainda mais porque houve uma drástica redução do número de policiais atuando para proceder aos autos de entrega e perícia, levando a interrupção do fluxo do sistema. ?Com números e índices de violência, que remontam ao período pré-UPPs, torcemos para que essa volta ao passado seja passageira e que os governantes tomem as providências necessárias?, afirmou.

Apesar de somente 30% dos carros recuperados e entregues ao Pátio Legal serem segurados, a diretoria do Sindseg-RJ/ES, liderada por Roberto Santos, tem atuado junto às autoridades competentes, apresentando soluções para o problema que é de toda sociedade. Entre elas, a abertura de um Pátio Legal em São Gonçalo, projeto parado nas mãos do Governo há mais de um ano, que vai desafogar o pátio de Deodoro.

?A nossa diretoria e os corretores de seguros do Rio de Janeiro apoiam as iniciativas do Sindseg-RJ/ES e se coloca à disposição para uma ação conjunta, visando por fim a esta crise que afeta todo o mercado de seguros e os profissionais que nele atuam, e, especialmente, toda a população do Estado do Rio?, finalizou Torres.

Sobre o CCS-RJ |

Fundado em 1980, o Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro tem como objetivo estimular encontros e debates que contribuam para o desenvolvimento do setor e da categoria. A entidade promove também a articulação estratégica e contínua com os demais participantes do sistema nacional de seguros privados. [http://ccsrj.com.br/]


------------------------------------------------------------------------------------
Segs.com.br valoriza o consumidor e o corretor de seguros

 

Atendimento

COTAÇÃO ONLINE

Envie sua solicitação. A Miller Torres liga para você.

ONDE ESTAMOS

Rua 104 nº 192 St. Sul
Goiânia-GO, Brasil
CEP 74083-300

ATENDIMENTO

Telefone: (62) 3093-8080
Horário de atendimento:
Segunda a Sexta-feira
das 9:00h às 18:00h

NEWSLETTER